#25 | Carreiras Jurídicas

Segundo o exame da ordem, em 2017, havia 8.286.663 matrículas no ensino superior no Brasil. Dessas, 879.234 eram ingressantes na área do Direito, o consolidando como a maior graduação do país. De fato, é um curso nobre e muito concorrido e, por essa razão, trouxe uma lista com as principais carreiras que esse bacharel pode construir, a fim orientá-lo na tomada de decisão nessa importante fase da vida: a escolha de carreiras.


A partir do momento que esses estudantes pisam na faculdade, é aberto um leque de possibilidades. Visto que, o profissional do direito pode trabalhar tanto dentro como fora do escritório de advocacia, seja no setor público ou privado. No caso das carreiras públicas, o bacharel é ocupante exclusivo de cargos como juiz, promotor de justiça, procurador da república, procurador de contas, procurador federal ou procurador de estado. Existe também a carreira de procurador do município, que desempenha as mesmas atividades na esfera municipal. Além disso, há a possibilidade do estudante fazer um concurso público para se tornar advogado público.


Extremamente fortificado no Brasil por meio da Constituição, o defensor público também faz parte desse meio. Trata-se de uma carreira na qual o profissional presta assistência gratuita ao hipossuficiente que não tem capacidade monetária para sustentar uma ação, ou seja, de pagar os custos iniciais, incluindo o advogado, sem prejudicar o sustento de sua família. Ademais, delegados de polícia, que são privativos de agentes formados em academias de direito, também abrangem essa área, podendo exercer a profissão tanto na polícia federal quanto nas estaduais.


Em contraponto, nas carreiras de iniciativa privada, o aluno pode prestar a OAB e ingressar diretamente nos quadros da advocacia privada ou pode, sem prestar a prova, ser árbitro - profissional escolhido pelas partes que, sabendo do direito, pode julgar a controvérsia, sem necessariamente ser um juiz. Também há a possibilidade do aluno tornar-se um pesquisador que, por meio da faculdade, elabora trabalhos de pesquisas resolvendo e desmistificando problemas do direito para à população.


Outra área na iniciativa privada é a de professor, que é sem dúvida a carreira mais louvável que temos no direito. Além disso, existe a possibilidade do aluno ser mediador e conciliador, uma vez que, o Código de Processo Civil (CPC) estimula veementemente que haja uma composição entre as partes, evitando o processo. Na verdade, hoje, o Código de Processo das nossas leis processuais tenta evitar que haja uma lead e que ela vá para o judiciário para que tudo seja resolvido antes do ingresso ao judiciário.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
222_edited.jpg
andre-emdireito-1170x1170.jpg